pesquise no blog

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2020

DENTRO no Solos Mostra de Monólogos Teatrais

Neste fim semana, sábado e domingo, 08 e 09 de fevereiro de 2020, apresentaremos o monólogo dentro no Espaço Lunático, no Jardim Botânico, integrando a programação da Solos Mostra de Monólogos Teatrais. 


dentro


Sinopse: Uma mulher de 40 anos volta à casa de sua família para um café com suas antepassadas. A partir desse resgate de memórias, mergulha num processo de autoconhecimento, questionando suas escolhas e seu lugar no mundo hoje. Com dramaturgia de Diogo Liberano, direção de Natássia Vello e atuação de Laura Nielsen, dentro faz parte das comemorações de 10 anos da companhia carioca Teatro Inominável. O monólogo apresenta uma reflexão sobre o vínculo entre uma história pessoal e subjetiva e outra mais geral e objetiva, a história oficial do Brasil.


Dramaturgia: Diogo Liberano | Direção: Natássia Vello | Atuação: Laura Nielsen | Produção: Clarissa Menezes | Realização: Teatro Inominável


Classificação indicativa: 14 anos | Duração: 70 minutos


Serviço 
Dias 08/02 e  09/02 
Horário 20h
Preço sugerido: R$ 25,00
Solos Mostra de Monólogos Teatrais 
Produção e Curadoria: Espaço Lunático e Marcia do Valle
Apoios: zero8onze Produções Audiovisuais, Art Light e Luz em Formas Produções e Eventos 

Espaço Lunático: Rua Visconde de Carandaí, 06 - Jardim Botânico
Contato: 21 97604-7442
* Promoção vizinhança JB: moradores do Jardim Botânico tem desconto apresentando comprovante de residência: R$ 20,00

segunda-feira, 13 de janeiro de 2020

Oficina de Dramaturgia com Diogo Liberano em Goiânia/GO

Teatro Inominável apresenta


OFICINA DE DRAMATURGIA COM DIOGO LIBERANO
A partir das criações Sinfonia sonho e YELLOW BASTARD

De 20 a 24 de janeiro de 2020, o Teatro Inominável dará sua primeira oficina em Goiânia/GO. Trata-se de uma oficina de dramaturgia, ministrada pelo diretor e dramaturgo Diogo Liberano, partindo de duas criações da companhia: Sinfonia sonho (2011) e YELLOW BASTARD (2019).

Recentemente publicadas pela Editora Cobogó, em comemoração aos 10 anos do Inominável, as duas dramaturgias são apostas distintas daquilo que pode vir a ser o texto dramático:

Em Sinfonia, o drama acontece entre personagens de duas famílias distintas no decorrer de sete dias. Fazendo uso de diálogos e rubricas, o texto é facilmente reconhecível como um texto dramático tradicional. Toda a narrativa acontece cronologicamente durante uma semana, frequentando um mesmo repertório espacial. O texto anuncia conflitos que, no decorrer das cenas, buscam articular não apenas a trama ficcional em si, mas também narrativas do real como, por exemplo, o massacre escolar ocorrido em Realengo/RJ em 2011.

Em YELLOW, uma ficção científica que apresenta a história de um advogado que descobre, subitamente, ser um extraterrestre, a aposta textual é feita de modo muito distinto à Sinfonia. Nesta criação, o autor escreve, num primeiro momento, um conto ou novela e, posteriormente, editando tal texto, opta por omitir palavras e trechos inteiros, deixando sobrar uma espécie de poema que conta a mesma história, porém por outros pontos de vista e afetações.



A partir destes exemplos e pontos de partida, Liberano buscará traçar considerações acerca do fazer dramatúrgico na contemporaneidade. Em vez de buscar definições e categorizações do texto dramático, a oficina pretende dar a ver a múltipla gama de possibilidades do texto teatral, bem como abordar os diferentes modos de composição de dramaturgias.

No último dia de oficina, o Inominável compartilhará a leitura de uma de suas novas criações. A dramaturgia O homem endividado – cuja primeira versão será escrita por Liberano no decorrer dos dias de oficina – será lida pelo inominável Andrêas Gatto, abrindo aos participantes uma nova dinâmica de reflexão e troca.

Oficina de Dramaturgia com Diogo Liberano
De 20 a 24 de janeiro de 2020, de segunda à sexta-feira, de 15h às 18h
Edifício Da Vinci, R. T-66, 91/901 – Setor Bueno – Goiânia/GO
Em frente ao parque Vaca Brava

Investimento
R$ 120,00 (cento e vinte reais)

Inscrições pelo e-mail
teatroinominavel@gmail.com

Diogo Liberano é ator, curador, diretor, dramaturgo, professor e produtor teatral graduado em Artes Cênicas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Artes da Cena (PPGAC/UFRJ) e doutorando em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela Pontifícia Universidade Católica (PPGLCC/PUC-Rio). É professor da Faculdade CAL de Artes Cênicas desde 2014, coordenador do Núcleo de Dramaturgia Firjan SESI desde 2017 e diretor artístico e de produção da companhia carioca Teatro Inominável, junto a qual é curador e diretor artístico da Mostra Hífen de Pesquisa-Cena, mostra de artes da cena, desde 2012. Por seu trabalho, foi indicado aos principais prêmios de teatro do Rio de Janeiro: Prêmio Shell (em 2015, pela dramaturgia de O NARRADOR e, em 2016, pela de OS SONHADORES), Cesgranrio (em 2015, pela dramaturgia de O NARRADOR e pela direção de A SANTA JOANA DOS MATADOUROS, junto com Marina Vianna e, em 2016, pela dramaturgia de OS SONHADORES), APTR (em 2013, pela dramaturgia MARAVILHOSO) e Questão de Crítica (em 2012, pela direção de SINFONIA SONHO e pela realização da primeira edição da Mostra Hífen de Pesquisa-Cena).

11 anos de Teatro Inominável


No final do ano passado, em 29 de dezembro de 2019, completamos 11 anos de vida! Neste 2020, continuamos a escrever a nossa história com as duas últimas criações que estreamos no ano passado - os monólogos DENTRO com Laura Nielsen e YELLOW BASTARD com Márcio Machado - e novos projetos que estão por chegar.


O Inominável é Andrêas Gatto, Clarissa Menezes, Diogo Liberano, Flávia Naves, Gunnar Borges, Laura Nielsen, Márcio Machado, Natássia Vello e Thaís Barros.
Fotos de Thaís Grechi.